Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Setembro > Governo federal compra 2,8 mil toneladas de alimentos de cooperativas

Notícias

Governo federal compra 2,8 mil toneladas de alimentos de cooperativas

Programa de Aquisição de Alimentos

Produtos vão atender famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional
publicado  em 02/09/2015 14h46

Brasília – O governo federal comprou mais de 2,8 mil toneladas de alimentos de 10 cooperativas de agricultores familiares por meio da Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Os produtos vão compor as cestas de alimentos que são doadas para famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional. No total, estão sendo investidos R$ 5,6 milhões.

Foram selecionadas, por meio de chamada pública, quatro cooperativas da região Nordeste, três do Sul, duas do Sudeste e uma do Norte. O edital foi voltado para a compra de arroz, farinha de trigo, macarrão, fubá, farinha de mandioca, feijão e açúcar. Cada família que participa das cooperativas poderá vender até R$ 20 mil. As organizações têm até o final deste mês para entregar os produtos nas superintendências regionais.

Acesse os resultados aqui

Segundo a coordenadora-geral de Aquisição e Distribuição de Alimentos do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Hetel dos Santos, a aquisição dos produtos atinge públicos prioritários das políticas públicas. “O governo está utilizando o seu poder de compra para beneficiar a agricultura familiar e, ao mesmo tempo, promovendo a segurança alimentar e nutricional daqueles que estão em vulnerabilidade”, destacou.

Os grupos específicos beneficiados com esta ação, indicados ao MDS por órgãos parceiros do governo federal, são indígenas, quilombolas, comunidades de matriz africana, atingidos por barragens, acampados, pescadores artesanais e famílias em situações emergenciais, indicadas pela Defesa Civil.

Saiba mais sobre Compra Institucional

Quem compra
As compras são permitidas para quem fornece alimentação, como hospitais, quartéis, presídios, restaurantes universitários, refeitórios de creches e escolas filantrópicas, entre outros. 

Quem vende
Agricultores e agricultoras familiares, assentados da reforma agrária, silvicultores, aquicultores, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades indígenas, comunidades quilombolas e demais povos e comunidades tradicionais que possuam Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP). As cooperativas e outras organizações que possuam DAP Jurídica também podem vender nesta modalidade, desde que respeitado o limite por unidade familiar. 
 


Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021