Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Novembro > Trabalhadores são fundamentais para consolidação do Suas

Notícias

Trabalhadores são fundamentais para consolidação do Suas

ASSISTÊNCIA SOCIAL

Qualificação dos 600 mil profissionais envolvidos na assistência social em todo o país é desafio para aprimorar política de assistência social
publicado  em 30/11/2015 18h21
Fotos: Sérgio Amaral

Brasília – A qualidade dos serviços socioassistenciais depende da efetiva participação dos gestores e trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social (Suas). O sistema conta hoje com 600 mil trabalhadores, distribuídos em mais de 10 mil unidades de atendimento implantadas em todos os municípios brasileiros. São equipes multidisciplinares, compostas em sua maioria por assistentes sociais, psicólogos, educadores sociais, pedagogos e advogados. 

São profissionais capazes de pesquisar, diagnosticar, planejar, coordenar, monitorar e avaliar programas, projetos, serviços e benefícios no âmbito do Suas. “O principal insumo na organização da Política Nacional de Assistência Social é o trabalhador. As diferentes formações são necessárias para que possam atender com qualidade as especificidades dos serviços socioassistenciais”, explica a secretária nacional de Assistência Social do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Ieda Castro. “Conhecer a realidade das famílias é fundamental para que eles possam organizar os serviços e atender a necessidade daquela população.” 

Leia também

Para consolidar o Suas, tema da 10ª Conferência Nacional de Assistência Social, que será realizada em Brasília a partir da próxima segunda-feira (7), o fortalecimento da qualificação dos trabalhadores se coloca como um desafio. “Esse processo passa pela valorização dos trabalhadores porque eles são elemento imprescindível na estruturação do sistema e na proteção social”, afirma Ieda Castro. “São eles que criam oportunidades para que as pessoas possam acessar direitos. Qualificado, o profissional consegue interagir com a realidade do território, fazer um trabalho de conscientização cidadã com as famílias sobre seus direitos e oferecer elementos para o Suas sobre quais tipos de serviços devem ser oferecidos.” 

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003     
mdspravoce.mds.gov.br 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/area-de-imprensa