Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Março > Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social tem inscrições abertas até 31 de maio

Notícias

Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social tem inscrições abertas até 31 de maio

TECNOLOGIAS SOCIAIS

Com premiação total de R$ 600 mil, o objetivo é disseminar experiências que oferecem soluções efetivas para demandas sociais. Em edições anteriores foram concedidos mais de R$ 3 milhões para o aprimoramento das tecnologias sociais vencedoras
publicado  em 26/03/2015 10h00

Brasília – Estão abertas até 31 de maio as inscrições para o 8º Prêmio Fundação Banco do Brasil (FBB) de Tecnologia Social. Podem participar instituições sem fins lucrativos, legalmente constituídas no país, como cooperativas, organizações não governamentais (ONGs), prefeituras, associações, fundações, institutos de pesquisa e universidades.

No lançamento, na segunda-feira (23), o presidente da FBB, José Caetano Minchillo, afirmou que o prêmio pode contribuir para que uma solução simples seja transformada em política pública, como ocorreu com as cisternas de placas.

A tecnologia social que consiste em um reservatório para captar água da chuva no telhado das casas foi certificada em 2001 e acabou adotada como política pública pelo governo federal para amenizar os efeitos da seca no Semiárido. Hoje, já são mais de 1,1 milhão de famílias beneficiadas com as cisternas. "Quanto mais reaplicável for a Tecnologia Social, maior chance de sucesso ela terá", destacou Caetano.

O prêmio tem o objetivo de certificar, premiar e difundir tecnologias sociais já aplicadas e ainda em atividade, em âmbito local, regional ou nacional, que se constituam em efetivas soluções para questões relativas à água, alimentação, educação, energia, geração de renda, habitação, meio ambiente e saúde.

Nesta edição, serão aceitas inscrições para seis categorias. A novidade será a premiação para Tecnologias Sociais para o Meio Urbano. As outras cinco categorias serão: Comunidades Tradicionais, Agricultores Familiares e Assentados da Reforma Agrária; Juventude; Mulheres; Gestores Públicos; Universidades e Instituições de Ensino e Pesquisa.

Serão distribuídos R$ 600 mil em prêmios, sendo R$ 50 mil para as iniciativas vencedoras em cada uma das seis categorias e mais R$ 25 mil para cada uma das outras duas finalistas de cada categoria. Os projetos inscritos passam por fases de certificação, seleção das finalistas, julgamento das vencedoras e premiação. Em sete edições realizadas, de 2001 a 2013, foram concedidos mais de R$ 3 milhões ao aprimoramento das tecnologias sociais vencedoras.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/area-de-imprensa