Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Março > Ministério reforça parceria para universalizar acesso à água em municípios de Alagoas

Notícias

Ministério reforça parceria para universalizar acesso à água em municípios de Alagoas

CISTERNAS

Convênio entre MDS e municípios do sertão alagoano já entregou 5,4 mil cisternas a famílias inscritas no Cadastro Único. Mais 3 mil unidades estão previstas até 2016
publicado  em 27/03/2015 12h57

Poço das Trincheiras (AL), 27  O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e o Consórcio para o Desenvolvimento da Região do Ipanema (Condri), em Alagoas, já entregaram, em parceria, mais de 5,4 mil cisternas de água para beber em municípios do Semiárido do estado. Mais 3 mil cisternas de água para consumo humano estão prevista para a região até 2016. Com estas unidades, a parceria garantirá, em sete cidades, a universalização do acesso à água para a população rural inscrita no Cadastro Único.

Leia também:
Mais 8,8 mil cisternas serão entregues em Alagoas em 2015
"Com a cisterna, ficou tudo uma maravilha"

Nesta sexta-feira (27), a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, participou de evento promovido pelo Condri, em Poço das Trincheiras (AL), para comemorar os resultados e planejar as próximas ações de acesso à água. “Já mudamos a face do Semiárido com a entrega das cisternas para a convivência com a estiagem. Ao sobrevoar a região, só se vê os milhares de pontinhos brancos. São as cisternas mudando a paisagem do Nordeste", afirmou a ministra. “Com estas ações estamos dando condições para os mais pobres melhorarem de vida. São mais de 1,1 milhão de cisternas entregues na região, o que significa que é possível mudar essa realidade quando somamos esforços e com o conhecimento do sertanejo que inventou essa tecnologia."

Campello lembrou ainda que mulheres e crianças – principais beneficiários das cisternas – deixaram de carregar latas na cabeça em busca de água para beber e cozinhar. "Agora essas mulheres têm tempo para cuidar dos filhos, da roça e fazer o que desejarem." 

Na ocasião, a ministra pediu apoio da população no combate ao preconceito contra os mais pobres e os nordestinos. Segundo ela, não é possível aceitar a opinião "dos que acham que o nordestino é preguiçoso". "Não podemos conviver esse preconceito. O povo do Semiárido tem direito à água, à informação, à assistência técnica para produzir mais e melhor. Vamos continuar lutando para levar cidadania à população. O povo não quer favor; quer oportunidades."

Universalização – Os municípios alagoanos que alcançarão em breve a universalização de entregas de cisternas são: Carneiros, Dois Riachos, Maravilha, Ouro Branco, Palestina, Pão de Açúcar e Poço das Trincheiras. No total, o governo federal já efetuou o repasse de R$ 14,2 milhões para a construção de 8 mil cisternas nestes e em  outros seis municípios, que também receberão 1,6 mil cisternas até 2016.

Por meio de parcerias com a Associação Programa Um Milhão de Cisternas (AP1MC), com o governo estadual e com as prefeituras, outros 11,4 mil reservatórios de água para beber foram entregues na zona rural de 18 municípios localizados na região do Ipanema, no semiárido alagoano.

No total, em todo o estado, desde 2003, mais de 30 mil cisternas para o consumo humano foram entregues. Além disso, até fevereiro deste ano, 5,5 mil tecnologias sociais de água para a produção foram construídas com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), da Petrobras e do MDS.

Água para produção – O convênio entre o MDS e o Condri também prevê a entrega de mais 4 mil tecnologias sociais de captação de água da chuva para a produção. O convênio prevê o repasse total de R$ 61,7 milhões para esta ação. Até o momento, 1,9 mil tecnologias que auxiliam os agricultores familiares da região já foram construídas. 

Durante o encontro para apresentar os resultados da parceria entre o MDS e do Condri, os gestores municipais dos 18 municípios da região do Ipanema também estão discutindo a tramitação de leis orgânicas municipais de segurança alimentar e nutricional.

Informações sobre os programas do MDS: 
0800-707-2003 
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021