Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Março > Grupo Hospitalar Conceição vai comprar alimentos de comunidades quilombolas

Notícias

Grupo Hospitalar Conceição vai comprar alimentos de comunidades quilombolas

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS

Instituição será a primeira do país a adquirir produtos certificados com Selo Quilombos do Brasil
publicado  em 25/03/2015 13h07

Brasília, 25 – O Grupo Hospitalar Conceição (GHC), de Porto Alegre (RS), vai comprar alimentos produzidos pelas comunidades quilombolas do Rio Grande do Sul por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). O grupo será a primeira instituição do país a comprar os produtos certificados com o Selo Quilombos do Brasil.

Para priorizar a aquisição dos alimentos, será lançada pela primeira vez no país uma chamada pública voltada especificamente para a compra de produtos da agricultura familiar quilombola. Entre os alimentos estão arroz, feijão preto, abóbora, alho e batata doce, produzidos por 68 famílias quilombolas em 23 comunidades no Rio Grande do Sul.

“A iniciativa, além de garantir uma produção sustentável com alimentos frescos e de qualidade, gera renda para as famílias da comunidade e fortalece a economia local”, destaca o coordenador de Aquisições e Distribuição de Alimentos do MDS, Gustavo Assis.

O assunto será discutido até esta quinta-feira (26), em Porto Alegre, no ciclo de debates “Saúde da Terra ao Prato” e no seminário “Compras Institucionais da Agricultura Familiar”, promovidos pelo Grupo Hospitalar Conceição. Representantes do MDS participarão dos eventos.

O GHC foi a primeira instituição de saúde do Brasil a aderir ao PAA, por meio da modalidade Compra Institucional. Criado em 2012, o modelo abriu uma nova possibilidade de comercialização para as famílias de agricultores familiares de todo o país ao permitir que municípios, estados e órgãos federais comprassem seus produtos de forma simplificada, por meio de chamadas públicas, e sem necessidade de licitação.

Selo – O certificado é uma iniciativa articulada e coordenada pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) para atribuir identidade cultural aos produtos de procedência quilombola, a partir do resgate histórico dos modos de produção e da relação das comunidades com determinada atividade produtiva.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br