Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Março > "Com a cisterna, ficou tudo uma maravilha"

Notícias

"Com a cisterna, ficou tudo uma maravilha"

ACESSO À ÁGUA

Rosineide Ramalho é uma das agricultoras da comunidade Saco do Ramalho, em Poço das Trincheiras (AL), que convive com a seca graças às tecnologias sociais de captação de água da chuva
publicado  em 30/03/2015 16h30

Poço das Trincheiras (AL) – Rosineide Alves Ramalho, 31 anos, beneficiária do Bolsa Família, é uma das agricultoras da comunidade Saco do Ramalho, no município de Poço das Trincheiras (AL), que convive com a seca graças às tecnologias sociais de captação de água da chuva. O cotidiano da agricultora começou a mudar há seis meses quando recebeu a cisterna de água para beber. O reservatório foi construído ao lado da casa onde ela mora com os dois filhos (Aylane, de 11 anos, e Ayslan, de 5) e o marido, Adeilson Pereira dos Santos, 37. 

Antes disso, ela tinha que andar quatro horas para conseguir água para família. "A gente andava bastante para buscar água lá na serra [do Caiçara]. Com a cisterna, ficou tudo uma maravilha. A água é boa, de qualidade, porque é da chuva", diz. 

Em dezembro do ano passado, Rosineide recebeu a tecnologia social de captação de água da chuva para a produção. Hoje, cria ovinos e cultiva horta com um sistema simplificado de irrigação. Planeja vender o excedente dos produtos (alface, coentro e pimentão) na feira da agricultura familiar da cidade.

Capacitação – Depois da chegada dos reservatórios, Rosineide foi capacitada pelos técnicos do Consórcio para o Desenvolvimento da Região do Ipanema (Condri) para melhorar a produção e fazer o bom uso da água. Hoje, ela é agente de desenvolvimento local e atende 40 famílias de duas comunidades. Visita duas vezes por mês cada família para ensinar técnicas de produção. Pelo trabalho, ela recebe uma bolsa do consórcio no valor de R$ 350. Até o final do ano, pretende criar galinhas poedeiras e vender a produção de ovos no comércio de Poço das Trincheiras.

Na região, já foram entregues 1,9 mil tecnologias graças à parceria entre o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e o Condri. O convênio também prevê a entrega de mais 4 mil tecnologias sociais de captação de água da chuva para a produção, com repasse total de R$ 61,7 milhões. 

Leia também:
Mais 8,8 mil cisternas serão entregues em Alagoas em 2015
Ministério reforça parceria para universalizar acesso à água em municípios de Alagoas


Informações sobre os programas do MDS: 
0800-707-2003 
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021