Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Maio > Tecnologias sociais de captação de água da chuva transformam Semiárido baiano

Notícias

Tecnologias sociais de captação de água da chuva transformam Semiárido baiano

ACESSO À ÁGUA

Desde 2003, o governo federal já entregou 321 mil cisternas de água para consumo e 37 mil tecnologias de água para produção na Bahia
publicado  em 15/05/2015 20h00

Brasília, 15 – Mais de 321 mil famílias do Semiárido baiano têm água de qualidade para beber, cozinhar e para a higiene pessoal graças aos reservatórios entregues pelo governo federal na Bahia desde 2003. Além disso, foram construídas 37 mil tecnologias sociais de captação de água da chuva para produção de alimentos.

Para falar sobre as ações que estão sendo desenvolvidas em parceria com o governo da Bahia, o coordenador de Acesso à Água de Consumo Humano do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Carlos Cleber Soares, participa, nesta sexta-feira (15), em Salvador (BA), de reunião com as entidades executoras do programa Água para Todos. Também participam do encontro representantes da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). 

As cisternas – soluções simples para captar e armazenar água da chuva – amenizam os efeitos da seca prolongada. Com isso, é possível que uma família de até cinco pessoas possa conviver com a estiagem por até oito meses. As maiores beneficiadas são mulheres e crianças, sobre quem recaía a tarefa de caminhar longas distâncias e perder várias horas do dia para buscar água. Hoje, com a água armazenada na cisterna ao lado de casa, as mulheres e as crianças têm mais qualidade de vida e tempo livre para se dedicar a outras atividades.

O Água para Todos entrega equipamentos destinados à captação e armazenamento de água para consumo humano e também cisternas para atividades produtivas, incluindo agricultura e criação de animais. Além do MDS e do Ministério da Integração Nacional, também são parceiros governamentais a Fundação Banco do Brasil (FBB) e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), além de organizações da sociedade civil.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
rmdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021