Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Maio > Estados e governo federal debatem pacto pela promoção da alimentação saudável

Notícias

Estados e governo federal debatem pacto pela promoção da alimentação saudável

SEGURANÇA ALIMENTAR

O MDS apresentou proposta de construção de um pacto federativo durante o 10º Encontro das Câmaras Intersetoriais de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisans)
publicado  em 25/05/2015 10h00

O 10º Encontro das Câmaras Intersetoriais de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisans) promoveu, na quinta-feira (21) e sexta-feira (22), em Brasília, discussão entre estados e governo federal para a construção de um Pacto Federativo pela Promoção da Alimentação Saudável. O objetivo é desenvolver ações voltadas à promoção e ao acesso a alimentos adequados e saudáveis à população.

“Com a saída do Brasil do mapa da fome, segundo a FAO, a agenda que se coloca hoje é qualificar a alimentação que chega à mesa do brasileiro. O maior desafio agora é qualificar a alimentação na mesa do brasileiro”, explicou a coordenadora geral de Educação Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Janine Coutinho.

O debate sobre o pacto, disse ela, é uma oportunidade de trazer a agenda de promoção da alimentação saudável e adequada, com bastante concretude, na consolidação do Sistema de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan). Durante o encontro, Janine reforçou que a promoção da alimentação adequada tem o objetivo de estimular o consumo de alimentos in natura - minimamente processados -, valorizar a cultura alimentar, tornar os alimentos saudáveis e sustentáveis mais acessíveis à população, fortalecer a agricultura familiar com estímulo às compras públicas e informar e sensibilizar a população para escolhas mais saudáveis e mais adequadas.

Diante desses objetivos, a Caisan Nacional propõe aos estados um pacto que deverá estar orientado em eixos com compromissos intersetoriais para: ações de educação para consumo saudável; ambiente escolar propício para escolhas alimentares saudáveis; ações de formação e qualificação profissional; ações na rede de saúde, educação e assistência social; e mais acesso a alimentos saudáveis.

A coordenadora destaca que a Caisan Nacional pretende pactuar com os estados ações de educação para o consumo saudável a exemplo da Campanha Brasil Orgânico e Sustentável, que promoveu a alimentação saudável com os alimentos orgânicos e da agricultura familiar durante a Copa do Mundo de 2014. Outra ação, com o mesmo objetivo, será realizada nas Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro.

O pacto também conta com contribuições do Ministério da Saúde e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação/Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). O próximo passo é discutir o assunto com outros ministérios como Ministério do Desenvolvimento Agrário e Ministério do Meio Ambiente. E, em seguida, iniciar o processo de pactuação com os estados por meio da Caisan Nacional.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021