Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Maio > Encontro em Brasília discute Pacto Federativo pela Promoção da Alimentação Saudável

Notícias

Encontro em Brasília discute Pacto Federativo pela Promoção da Alimentação Saudável

SEGURANÇA ALIMENTAR

Proposta será apresentada para representantes de 23 governos estaduais e do Distrito Federal durante o 10º Encontro das Câmaras Intersetoriais de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisans)
publicado  em 20/05/2015 13h00

Brasília, 20 – A construção de um Pacto Federativo pela Promoção da Alimentação Saudável é um dos temas que serão discutidos, nesta quinta-feira (21) e sexta-feira (22), no 10º Encontro das Câmaras Intersetoriais de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisans), em Brasília. Promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), o encontro vai discutir também o processo de construção das conferências estaduais e municipais, eventos preparatórios para a 5ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CNSAN), marcada para novembro, com o tema “Comida de verdade no campo e na cidade”. 

Segundo a diretora de Estruturação e Integração de Sistemas Públicos Agroalimentares do MDS, Patrícia Gentil, o objetivo é discutir a ideia do pacto com representantes de 23 governos estaduais e do Distrito Federal. “A nossa expectativa é que possamos formalizar um acordo para que os estados se comprometam, assim como o governo federal, a desenvolver ações voltadas à promoção e ao acesso a alimentos adequados e saudáveis”, explica a diretora de Estruturação e Integração de Sistemas Públicos Agroalimentares do MDS, Patrícia Gentil.

Durante o evento, serão debatidas ações para o fortalecimento do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan) e a promoção da Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional.

Segundo Patrícia, todos os estados já aderiram ao Sisan e os municípios começaram a aderir. A partir da adesão, eles podem formular e implementar suas políticas de forma mais integrada e promover o acompanhamento, monitoramento e avaliação da situação de alimentação e nutrição local e ainda podem verificar o impacto dos programas federais na sua população. 

A adesão ao sistema reforça duas ações que ainda devem ser enfrentadas no Brasil e no mundo: garantir o acesso à alimentação, por meio da busca ativa ao número de famílias que ainda estão em insegurança alimentar, e promover a alimentação saudável entre a população.

Patrícia lembra que o desafio atual é reverter “os números alarmantes de sobrepeso e da obesidade”. “Saímos do mapa da fome, mas ainda temos questões para resolver, como a obesidade e o sobrepeso. Estamos também organizando um mapa de insegurança alimentar e nutricional para identificar a população mais vulnerável. Assim, conseguiremos coordenar nossas políticas públicas”, disse.

Informações sobre os programas do MDS:

0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021