Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Maio > Beneficiários de Xanxerê (SC) podem pedir antecipação de parcela do BPC

Notícias

Beneficiários de Xanxerê (SC) podem pedir antecipação de parcela do BPC

SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA

Pedido de mais uma parcela deve ser feito entre 25 de maio e 31 de julho no banco ou no correspondente bancário
publicado  em 07/05/2015 10h00

Brasília, 7 – Cerca de 750 idosos e pessoas com deficiência de Xanxerê (SC) poderão solicitar o adiantamento do valor de mais uma parcela do Benefício da Prestação Continuada (BPC). O termo de opção estará disponível entre os dias 25 de maio e 31 de julho, no banco ou em seus correspondentes bancários, onde é feito o pagamento do benefício. A região entrou em estado de calamidade pública em razão da passagem de um tornado no dia 20 abril.

O valor antecipado, referente a um salário mínimo (R$ 788), será ressarcido ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em até 36 parcelas, sem juros ou correção. O beneficiário cujo nome não conste da lista de antecipação pode requerer a antecipação junto à agência da Previdência Social. Mais informações podem ser solicitadas pelo telefone 135.

Para a coordenadora de Gestão de Benefícios do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Simone Almeida, as medidas favorecem os beneficiários que estão passando por um momento de vulnerabilidade. “Disponibilizar o saque do pagamento do BPC no primeiro dia do cronograma e possibilitar a antecipação de mais um valor do benefício são ações que favorecem os beneficiários no enfrentamento das vulnerabilidades neste momento de calamidade pública. É muito importante que os gestores municipais da assistência social divulguem estas informações aos beneficiários do BPC”, destaca.

Já o pagamento do benefício, referente ao mês de abril, está sendo pago normalmente até o dia 8 de maio. Enquanto persistir a calamidade no município, os atendidos pelo BPC receberão o benefício sempre no primeiro dia útil do calendário de pagamento do mês.

O Benefício de Prestação Continuada é um benefício individual, não vitalício e intransferível, que assegura a transferência mensal de um salário mínimo ao idoso com mais de 65 anos e à pessoa com deficiência, desde que eles não possuam meios de garantir o próprio sustento, nem tê-lo provido por sua família. Para receber o benefício, a renda mensal da família deve ser inferior a ¼ do salário mínimo por pessoa.

Informações sobre os programas do MDS:

0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021