Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Junho > PAA Compra Institucional é oportunidade de mercado para agricultores familiares do DF

Notícias

PAA Compra Institucional é oportunidade de mercado para agricultores familiares do DF

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS

Interessados em comprar da agricultura familiar, Ministério da Defesa, Marinha do Brasil e Exército Brasileiro visitaram cooperativas do Distrito Federal que querem comercializar pelo Programa de Aquisição de Alimentos
publicado  em 12/06/2015 23h00

Brasília, 12 - Formada há 15 anos, a Cooperativa Agropecuária de São Sebastião (Copas), localizada no entorno de Brasília, beneficia leite e outros derivados, como iogurte, manteiga e queijos. Com um mercado cada vez mais promissor, as famílias que compõem a Copas poderão contar com uma nova alternativa de comercialização dos produtos: a modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

O primeiro passo foi dado esta semana, quando algumas cooperativas do Distrito Federal mostraram sua capacidade produtiva para um grupo de representantes do Ministério da Defesa, Marinha do Brasil e Exército Brasileiro, órgãos interessados em adquirir produtos da agricultura familiar na modalidade Compra Institucional. A visita foi acompanhada por técnicos do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF).


Formada por 145 famílias agricultoras, a Copas tem capacidade de processar 15 mil litros de leite por dia, além da produção de derivados. "Nós queremos uma oportunidade de mostrar que o agricultor familiar também pode vender para grandes mercados", conta o presidente da Copas, Luís de França Torres.

Outra organização visitada foi a Cooperativa Agrícola da Região de Planaltina (Cootaquara). As 253 famílias agricultoras já vendem parte de sua produção para outras modalidades do PAA e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). 


Criada em 2001, a cooperativa comercializa também seus produtos para grandes mercados em Brasília, Goiânia, Tocantins, Belém e Manaus. A especialidade são legumes, como pimentão e tomate, mas o mix de produtos chega a mais de 40 tipos diferentes.

Segundo o presidente da Cootaquara, Maurilio César Oliveira Cardoso, o PAA Compra Institucional é um novo canal de comercialização da produção familiar. Ele teve a chance de mostrar para os representantes das Forças Armadas o funcionamento e a produção da cooperativa. “Acredito que, com esses programas de compras governamentais, conseguimos mais oportunidades para os agricultores familiares, que podem fazer um planejamento da produção e da renda. Temos um preço médio anual estável e, com isso, não vamos estar à mercê de grandes oscilações de preços, o que nos dá uma segurança”, explicou.

PAA Compra Institucional - Criada em 2012, a modalidade abriu uma nova possibilidade de comercialização para as famílias de agricultores familiares de todo o país ao permitir que municípios, estados, Distrito Federal e órgãos federais comprem produtos para atender suas demandas de forma simplificada, segura e transparente, por meio de chamadas públicas, sem necessidade de licitação. 

Em Brasília, em 2014, o Ministério da Defesa inovou ao comprar alimentos da agricultura familiar por meio da modalidade para abastecer os restaurantes dos edifícios sedes, na Esplanada dos Ministérios. À época foram adquiridos legumes, verduras e folhagens para atender 800 refeições diárias. A experiência deu certo e agora o órgão federal pretende ampliar a compra, fazendo uma nova chamada com maior diversidade de itens alimentares e de volume de produtos. 

Qualidade – O profissionalismo das cooperativas e a qualidade dos alimentos impressionaram a tenente da Marinha do Brasil Laís Mendes, que também é nutricionista e participou da visita. “Além de ser um processo ágil e transparente, a aquisição feita por meio do PAA Compra Institucional permite aos órgãos públicos contribuírem também com o desenvolvimento da região e fortalecimento dos agricultores familiares locais.” Segundo ela, a Marinha do Brasil tem um mercado potencial de 1.400 refeições diárias. 

Já no Quartel-General do Exército Brasileiro, em Brasília, a demanda a ser atendida é ainda maior. São cerca de 4.500 refeições diárias, entre café da manhã, almoço e jantar. 

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003 
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021