Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Junho > Mais de meio milhão de Microempreendedores Individuais são do Bolsa Família

Notícias

Mais de meio milhão de Microempreendedores Individuais são do Bolsa Família

MEI

País alcançou a marca de cinco milhões de Microempreendedores Individuais. Programa de inclusão produtiva também garantiu que beneficiários do Bolsa Família formalizassem seu próprio negócio
publicado  em 17/06/2015 11h00
Exibir carrossel de imagens Foto: Ana Nascimento/MDS

Foto: Ana Nascimento/MDS

Brasília – O Brasil alcançou a marca de cinco milhões de Microempreendedores Individuais (MEIs). O programa de inclusão produtiva também garantiu que 525 mil beneficiários do programa Bolsa Família formalizassem seu próprio negócio. Ex-beneficiária do Bolsa Família, Delci Lutz, 49 anos, conseguiu se qualificar por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Depois, realizou o sonho de formalizar o próprio negócio - um ateliê de costura.

A figurinista de Novo Hamburgo (RS) contou sua história de sucesso nesta quarta-feira (17), durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília. “Com minha inscrição no MEI, posso atender meus clientes com nota fiscal. Quando não tinha a nota, eu não era reconhecida. Aproveitei a oportunidade. Sou muito grata por isso”, disse.

Representando os microempreendedores individuais de todo o país, a gaúcha foi homenageada pela presidenta Dilma Rousseff. Na ocasião, a presidenta destacou que o MEI é um aliado do Bolsa Família. “Essa porta de entrada para a atividade produtiva [o MEI] é junto com o Bolsa família a política mais forte de inclusão social no Brasil”, afirmou.


Para a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, a marca mostra que “o povo do Bolsa Família trabalha, quer continuar trabalhando e teve a coragem de se formalizar, ter seu CNPJ, para poder melhorar de vida”.

O ministro chefe da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, explicou que a proposta do MEI é desburocratizar e simplificar a formalização dos empreendedores. Ele também falou sobre a importância do programa para os beneficiários do Bolsa Família. “Na medida em que eles ascendem às mínimas condições sociais, a primeira coisa que eles buscam é a qualificação. Depois disso, ou ele vai ter um emprego com registro em carteira ou vai trabalhar por conta própria.”

Formalizações – Segundo o Portal do Empreendedor, 52% dos formalizados como MEI são homens e 48% mulheres. O setor de serviços concentra 42,12% do número de MEI, seguido pelo comércio (36,6%), indústria (11,6%), construção (9,44%) e agropecuária (0,08%).

Entre as regiões, o Sudeste está em primeiro lugar em número de formalizados, com 50,6% do total. Em seguida está o Nordeste, com 19,9%, seguido pelo Sul, com 14,8%, Centro-Oeste, com 9% e Norte com 5,7%.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021