Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Junho > Aprendiz Legal garante oportunidades para jovens de Porto Alegre (RS)

Notícias

Aprendiz Legal garante oportunidades para jovens de Porto Alegre (RS)

EDUCAÇÃO

Programa abriu as portas do mundo do trabalho para 200 gaúchos. Entrega dos diplomas ocorreu nesta terça-feira (30)
publicado  em 30/06/2015 00h00

Porto Alegre, 30 – Depois de quase dois anos cumprindo medida socioeducativa na Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fase), em Porto Alegre (RS), Brenda*, 19 anos, comemora uma vitória pessoal. Ela, ao lado de outros 200 jovens, recebeu o diploma do curso profissionalizante do Programa Aprendiz Legal, do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), nesta terça-feira (30), em Porto Alegre (RS). “Salvaram a minha vida me dando esta oportunidade de voltar a estudar. Muitas outras podem ser salvas por meio da educação”, ressaltou.

Daqui a dois meses, a medida socioeducativa - aplicada depois de um crime violento - termina para Brenda. Para ela, o maior aprendizado foi conviver com as pessoas e querer melhorar de vida. Além de festejar a oportunidade profissional, a jovem celebra também o resgate do direito de sonhar. “Vi que eu sou responsável por esta mudança”, disse. Atualmente, ela trabalha no Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Economiza a bolsa de R$ 590 que recebe para alugar, no futuro, uma casa.


Para o diretor de Inclusão Produtiva Urbana do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Luiz Müller, unir a educação ao mercado de trabalho é fundamental. "Assim, um país como o nosso pode crescer cada vez mais. Isso será uma vantagem para vocês [os formandos] no mercado de trabalho", destacou. Ele afirmou também que a inclusão de jovens beneficiários do Bolsa Família em ações como essa será recorrente nos próximos quatro anos.

Durante a cerimônia, Müller lembrou que o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) está abrindo as portas do mundo do trabalho para a população de baixa renda e para os jovens. "Dos formados pelo Pronatec, que são beneficiários do Bolsa Família, 57% conseguiram seu primeiro emprego com carteira de trabalho. Demos oportunidade, e eles agarraram."



Futuro - Fugir da criminalidade é o que deseja Edson*, 19 anos. Ele é um dos 13 jovens que cumprem medidas socioeducativas e foram capacitados pelo CIEE. Edson vai deixar a Fase no próximo dia 10, depois de cumprir medida por tráfico de drogas e por um homicídio em 2013.

Durante dez meses, ele participou de capacitação sobre conservação e limpeza. "Quando tive essa oportunidade de melhorar de vida, ter uma renda e ajudar minha família, aprendi o lado bom da vida", garante. O jovem conta que quer “seguir por uma vida honesta". Também planeja concluir o ensino médio. “Com os estudos, vou adiantar a minha vida."

Os alunos capacitados pelo CIEE são de Porto Alegre, Gravataí, Canoas e São Leopoldo. Eles participaram de cursos de ocupações administrativas, conservação e limpeza, comércio e varejo, auxiliar em alimentação, logística e práticas bancárias.

A Lei da Aprendizagem, aprovada em 2000, determina que empresas de médio e grande porte contratem jovens de 14 a 24 anos, para capacitação profissional (prática e teórica), cumprindo cotas que variam de 5% a 15% do número de funcionários efetivos qualificados. É facultativa a contratação de aprendizes pelas microempresas e empresas de pequeno porte.

* A reportagem utilizou nomes fictícios

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/saladeimprensa