Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Julho > Representante da Unesco elogia políticas sociais brasileiras

Notícias

Representante da Unesco elogia políticas sociais brasileiras

DESENVOLVIMENTO SOCIAL

Nada Al-Nashif disse que o conhecimento do Brasil na área de proteção social pode ser transferido para mais países da África e da Ásia
publicado  em 10/07/2015 11h21
Exibir carrossel de imagens Ana Nascimento/MDS Ministra Tereza Campello apresentou o Brasil Sem Miséria à sub-diretora da Unesco, Nada Al-Nashif

Ministra Tereza Campello apresentou o Brasil Sem Miséria à sub-diretora da Unesco, Nada Al-Nashif

Brasília – A experiência bem-sucedida do Brasil na área de proteção social chamou a atenção da sub-diretora geral da Área de Ciências Humanas e Sociais da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), Nada Al-Nashif. Ela exaltou a experiência brasileira e disse que o conhecimento na área de proteção social pode ser transferido para mais países da África e da Ásia. A representante da Unesco foi recebida pela ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, nesta sexta-feira (10), em Brasília.

“É importante entender como o Brasil teve bons dados sociais e boas políticas que possibilitaram uma mudança de realidade da população mais pobre. E entender como foram desenvolvidas as ferramentas que causaram este impacto”, disse. Durante o encontro, ela convidou a ministra Tereza Campello para participar da Conferência Geral da Unesco, que será realizada em novembro, em Paris.

Tereza Campello apresentou os principais resultados alcançados nos últimos anos com o Programa Bolsa Família e o Plano Brasil Sem Miséria. Com o plano, 22 milhões de brasileiros superaram a extrema pobreza a partir de inovações feitas no Bolsa Família. A ministra falou ainda sobre a importância da união entre o programa de transferência de renda e o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - importante ferramenta para implementar outras políticas públicas. 


“O Bolsa Família nos ajudou a ter um mapa com as informações dos nossos beneficiários mais pobres e tivemos como levar as políticas públicas aos que mais precisavam”, afirmou a ministra. “Se você quer acabar com a pobreza, você deve ir atrás dessas famílias”, completou.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021