Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Julho > Conferência em Cuiabá debate assistência social

Notícias

Conferência em Cuiabá debate assistência social

ASSISTÊNCIA SOCIAL

Usuários e gestores discutem ações e serviços do Sistema Único de Assistência Social (Suas)
publicado  em 07/07/2015 10h00

Cuiabá – A assistente social Suelen Cristina de Amorim, de Cuiabá (MT), aponta várias conquistas do Sistema Único de Assistência Social (Suas) nos últimos 10 anos. Mas o maior dos avanços, diz ela, é que a política de assistência social passou a ser um direito. “A política de assistência social tem caráter protetivo e não assistencialista”, afirma a assistente, que participou nesta terça-feira (7) da X Conferência Municipal de Assistência Social em Cuiabá (MT).

Por meio do Suas, milhões de famílias passaram a receber atendimento socioassistencial em 7,5 mil Centros de Referência de Assistência Social (Cras), 2,4 mil Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), 301 Centros de Referência Especializados para População em Situação de Rua (Centros POP). Além disso, 1.256 equipes volantes fazem atendimento às famílias nas próprias comunidades.

Após essa década de estruturação do sistema, as ações e os serviços do Suas estão sendo debatidos na conferência municipal, com a participação de usuários e gestores. O diretor de Gestão do Suas do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), José Ferreira Crus, ressaltou, durante a abertura oficial do evento, a importância de fortalecer o pacto federativo para consolidar o trabalho da assistência social.
“O desafio agora é ter um acordo com os três entes federados não só de cofinanciamento, mas de papel de responsabilidade de cada um na assistência social. É preciso fortalecer ainda a participação e o controle social”, explicou.

Para ele, o processo das conferências é fundamental para a consolidação do Suas. “A política de assistência ainda está em fase de construção. Nesse processo de conferência, vamos ter muitas sugestões e contribuições para consolidar o próximo plano decenal do Suas.”

Segundo o secretário municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano de Cuiabá, José Rodrigues Rocha Júnior, o grande avanço dos últimos 10 anos foi o fortalecimento da identidade do sistema. “A assistência social está presente em praticamente todos os municípios brasileiros. Conseguimos ter o reconhecimento da população da importância dos programas sociais e, assim, da política pública socioassistencial. Agora, é preciso melhorar o atendimento ao cidadão, em especial de quem vive em situação de risco e vulnerabilidade.”


Nos últimos anos, foram implementados 13 Centros de Referência de Assistência Social (Cras) em Cuiabá. O município passou a contar com os serviços de três Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), com atendimentos voltados a famílias e indivíduos em situação de violência. Já a população em situação de rua recebe atendimento especializado na unidade do Centro POP. No total, 933 profissionais atuam na proteção de pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade.

O evento contou com a participação do presidente do Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS), Edivaldo Ramos, do secretário estadual de Trabalho e Assistência Social, Valdiney de Arruda, da presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Ruth Leite, do representante do Conselho Estadual de Assistência Social (CEAS), Antônio Figueiredo Neto, e representantes das entidades e organizações de Assistência Social.


Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021