Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Fevereiro > Universidade Estadual do Amazonas vai fortalecer Sisan na região Norte

Notícias

Universidade Estadual do Amazonas vai fortalecer Sisan na região Norte

SEGURANÇA ALIMENTAR

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) repassará R$ 1 milhão para que instituição desenvolva ações de segurança alimentar e nutricional em quatro estados
publicado  em 05/02/2015 02h00

Brasília, 5 – A Universidade Estadual do Amazonas (UEA) vai desenvolver projetos para o fortalecimento do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan) nos estados do Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima. Por meio de convênio, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) repassará R$ 1 milhão à instituição.

Além de fortalecer os Conselhos Estaduais de Segurança Alimentar e Nutricional (Conseas) e as Câmaras Intersetoriais de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisans), a universidade promoverá cursos de educação permanente para conselheiros, gestores e profissionais de saúde, de educação, da assistência social, entre outros. Também vai assessorar os municípios na construção dos planos de segurança alimentar.

“A Universidade Estadual do Amazonas compõe uma rede de instituições de ensino que atuarão como parceiras no fortalecimento da segurança alimentar nos estados e municípios”, explica o coordenador de Apoio à Implantação e Gestão do Sisan, Elcio de Souza Magalhães.

O MDS já formalizou convênios com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade Federal do Tocantins (UFT), Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade de Brasília (UnB), Universidade Estadual Paulista (Unesp) e a Universidade Estadual do Ceará (UECE), atendendo 21 estados.

Criado em 2006, o Sisan integra órgãos e entidades da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios e representantes da sociedade civil, com o objetivo de implementar políticas e planos de segurança alimentar e nutricional, estimular a integração dos esforços entre governo e sociedade civil, bem como promover o acompanhamento, o monitoramento e a avaliação da segurança alimentar e nutricional no país.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003 
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021