Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Fevereiro > Investimentos sociais não sofrerão com ajuste fiscal

Notícias

Investimentos sociais não sofrerão com ajuste fiscal

ASSISTÊNCIA SOCIAL

Em 2014, o governo federal investiu R$ 70,8 bilhões na assistência social. Prioridade é avançar nas políticas sociais
publicado  em 06/02/2015 15h00

Brasília, 6 – A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, disse que o ajuste fiscal imposto pelo governo não vai prejudicar os investimentos na área social. Ela participou, nesta sexta-feira (6), da abertura do Encontro Regional do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas) no Nordeste, em Olinda (PE).

Tabela evolução dos recursos assistência social

Campello ressaltou o aumento no investimento na área nos últimos anos e frisou que, em 2014, os serviços e equipamentos receberam R$ 2,7 bilhões. Considerando o gasto com benefícios, como o Bolsa Família e o Benefício de Prestação Continuada (BPC), o governo federal repassou R$ 70,8 bilhões no último ano. “Nós construímos um piso social e, mesmo nos momentos de crise, estamos conseguindo fortalecer essa rede de assistência social”, explicou.

Sobre o papel dos governos municipais e estaduais, a ministra frisou que o governo tem garantido o financiamento de todos. “Precisamos apoiar os municípios, que são os grandes executores da área.” 

O atendimento à população mais vulnerável se consolida por meio do Sistema Único de Assistência Social (Suas), criado em 2005. Em todo o país, são 7.511 Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e 2.292 Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas). Por meio do Suas, os nordestinos recebem atendimento socioassistencial em 2.549 Centros de Referência de Assistência Social (Cras), presentes em todos os municípios da região. 

A região também conta com 845 Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), em 800 cidades, e 86 Creas regionais, em oito estados.

Debate – O Encontro Regional do Congemas, com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), é voltado para gestores municipais de assistência social, trabalhadores do Suas e estudantes. Até este sábado (7), eles vão discutir a implementação do sistema na prática cotidiana da gestão pública. Estão previstos mais três encontros regionais preparatórios para o Encontro Nacional, em Fortaleza (CE). 

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003 
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021