Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Dezembro > Política de assistência social precisa reconhecer as diversidades do território brasileiro

Notícias

Política de assistência social precisa reconhecer as diversidades do território brasileiro

SEXTA COM DEBATE

Professora Dirce Koga participou do Sexta com Debate e ressaltou a importância de que serviços e programas atendam populações específicas
publicado  em 11/12/2015 16h04
Foto: Ana Nascimento/MDS

Foto: Ana Nascimento/MDS

Brasília – Um dos temas presentes da 10ª Conferência Nacional de Assistência Social, a territorialização dos serviços e do atendimento da assistência social, de acordo com o tamanho e a população dos municípios brasileiros, foi assunto de apresentação da doutora em Serviço Social e professora da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo, Dirce Koga, nesta sexta-feira (11), em Brasília.

Ela analisou dados sobre as áreas dos municípios e quantidades de habitantes e apontou a necessidade de definir critérios e atributos para a política de assistência social que atendam as especificidades de cada região. “Você inverte a lógica da política, na qual o chão se torna o ponto de partida. Dessa forma, a política reconhece as desigualdades e as diversidades que o território brasileiro tem para que a proteção social seja mais adequada à diferença.”

Durante as plenárias regionais na Conferência Nacional, o tema foi bastante debatido pelos participantes. Nelas, surgiram propostas para o reconhecimento das áreas rurais na política de assistência social e ações voltadas para as áreas de fronteira. “Sem a intersetorialidade, é muito difícil atender esta população.”

Dirce Koga aponta que a demanda não é apenas para o campo. “Há territórios invisíveis nas cidades e metrópoles, na cidade informal, onde nem a carta chega. É um desafio, porque a proteção pode ser feita pelo ator do ilícito e a população se torna refém.”

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/saladeimprensa