Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Dezembro > Municípios paulistas criam Rede Metropolitana de Bancos de Alimentos

Notícias

Municípios paulistas criam Rede Metropolitana de Bancos de Alimentos

SEGURANÇA ALIMENTAR

Rede vai promover o intercâmbio de conhecimento e fortalecer o Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan)
publicado  em 15/12/2015 16h30

Brasília - As prefeituras de São Paulo, Guarulhos, Mauá, Osasco, Santo André e São Bernardo do Campo lançaram, nesta terça-feira (15), a Rede Metropolitana de Bancos de Alimentos. A ação vai promover o intercâmbio de conhecimento para qualificação da gestão. Além disso, as redes regionais de bancos de alimentos fortalecem o Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan).

A coordenadora-geral de Equipamentos Públicos do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Kathleen Machado, explica que a rede vai aprimorar o processo de distribuição de alimentos, o que proporcionará maior efetividade nas ações dos bancos de alimentos, como a redução do desperdício de alimentos e a garantia do Direito Humano à Alimentação Adequada.

“O banco de alimentos de um município recebe, por exemplo, uma grande doação e, por meio da rede, é possível remanejar os alimentos não utilizados para doações para organizações da sociedade civil de outras prefeituras”, destaca.

Segundo Kathleen, esta é a segunda rede regional que se forma depois das oficinas promovidas pelo MDS no decorrer deste ano. “Os municípios trocaram experiências e viram que era possível potencializar suas ações atuando em conjunto”. Além da Rede Metropolitana de Banco de Alimentos, foi formada a Rede Leste de Bancos de Alimentos, em Minas Gerais.

Em todo o país, existem 109 Bancos financiados pelo MDS - 79 em funcionamento e 30 em implantação - e 105 da iniciativa privada. Os bancos públicos atendem cerca de 2 mil instituições por mês. No ano passado, 15 mil toneladas de alimentos foram distribuídas para entidades da assistência social, educação e saúde, serviços socioassistenciais e outros equipamentos de segurança alimentar e nutricional do país.

Os bancos arrecadam alimentos que se encontram fora dos padrões de comercialização, mas são adequados para o consumo. Os alimentos são selecionados e depois distribuídos para instituições sem fins lucrativos, que vão produzir e distribuir refeições gratuitas.

 

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/area-de-imprensa