Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Dezembro > Entrega de equipamentos reforça segurança alimentar e nutricional no Maranhão

Notícias

Entrega de equipamentos reforça segurança alimentar e nutricional no Maranhão

AGRICULTURA FAMILIAR

Ação do MDS e governo do estado vai aprimorar distribuição de alimentos à rede socioassistencial, escolas, creches e asilos de 26 municípios maranhenses
publicado  em 09/12/2015 12h16
Fotos: Karlos Geromy/Secom-MA

Brasília - O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) entregou, nesta quarta-feira (9), em São Luís, equipamentos de apoio à modernização das Unidades de Distribuição da Agricultura Familiar para 26 municípios maranhenses. Caminhões frigoríficos, freezers verticais e horizontais, balanças, computadores, impressoras, pallets, caixas plásticas e até mesas de escritórios e cadeiras serão entregues nas cidades. No total, o ministério investiu R$ 9 milhões para adquirir os equipamentos entregues no estado.

“Estamos aqui para mostrar que o governo federal está andando e que nossas ações continuam. Esta é a orientação da presidenta Dilma Rousseff. Não vamos parar de executar as ações para a população que mais precisa”, afirmou a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, durante a solenidade de entrega.

Tereza destacou ainda que os equipamentos vão permitir a comercialização e possibilitar que a armazenagem dos produtos da agricultura familiar seja bem feita. “Com esses equipamentos, os municípios vão comprar mais alimentos dos agricultores familiares para a merenda escolar, o que vai possibilitar que as crianças comam mais frutas e legumes. Temos um problema hoje no Brasil: saímos do Mapa Mundial da Fome e estamos entrando no mapa da obesidade.”

A ministra explicou que, para combater o problema, é necessário incentivar e apoiar a agricultura familiar, que produz alimentos saudáveis, e, ao mesmo tempo, "garantir que esses produtos de qualidade cheguem para a população mais vulnerável, em especial as nossas crianças".

O governador do Maranhão, Flavio Dino, agradeceu a parceria com o governo federal que possibilita a execução de políticas públicas para o desenvolvimento com inclusão social. "Com essas políticas públicas, seremos capazes de vencer as desigualdades sociais do nosso estado. Os equipamentos entregues reforçam a nossa visão de que a política pública chegue para todos. Hoje, Dia Internacional contra a Corrupção, estamos mostrando que uma boa aplicação do dinheiro público é essencial para combater as injustiças e para garantir que a população possa ter mais qualidade de vida.”

Modernização - As Unidades de Distribuição da Agricultura Familiar beneficiam o agricultor, que pode escoar e acomodar seus produtos de forma correta, e a população, que receberá alimentos com boa qualidade. A iniciativa também ajuda a reduzir o desperdício de alimentos e qualifica a capacidade de logística e operacional da entrega dos alimentos.

A ação moderniza as estruturas que recebem e distribuem os alimentos da agricultura familiar para escolas, creches, asilos e outras instituições da rede de assistência social cadastradas pelas prefeituras, para comporem os cardápios das refeições servidas diariamente. Com isso, mantém-se uma melhor qualidade dos produtos frescos, como verduras, frutas e hortaliças.

No total, o governo federal repassou, por meio de editais, R$ 148 milhões para 21 governos estaduais implantarem ou modernizarem as unidades. A ação tem também o objetivo de estimular o aumento das compras públicas por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

Segurança alimentar – Em 2014, pela primeira vez, o Brasil saiu do Mapa Mundial da Fome. E dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) 2014, divulgada neste mês pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontam que a extrema pobreza na área rural caiu, entre 2002 e 2014, 65,2% e a pobreza teve uma redução de 58,7% no mesmo período.

O avanço é resultado de uma série de políticas públicas que, articuladas, têm resultado na promoção da segurança alimentar e nutricional no país e de combate à pobreza. Desde 2003, um conjunto de políticas públicas para combater a pobreza e a extrema pobreza na área rural foi implantado pelos ministérios do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e do Desenvolvimento Agrário (MDA), como o PAA e o Programa Cisternas.

Com a criação do Plano Brasil Sem Miséria, em 2011, foi dada uma maior visibilidade à inclusão produtiva das famílias que moram no campo, com ações que incluem o Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais, que garante assistência técnica e recursos não reembolsáveis aos agricultores familiares, o programa Luz para Todos e o Bolsa Verde, também voltados para assentados da reforma agrária, acampados e povos e comunidades tradicionais.

Municípios que vão receber os equipamentos de apoio à modernização das Unidades de Distribuição da Agricultura Familiar

Buriti Bravo, Buriticupu, Candido Mendes, Caxias, Centro do Guilherme, Colinas, Davinópolis, Formosa da Serra Negra, Imperatriz, Jenipapo dos Vieiras, Joselândia, Lago da Pedra, Lagoa do Mato, Magalhães de Almeida, Marajá do Sena, Matões do Norte, Olinda Nova do Maranhão, Paço do Lumiar, Parnarama, Pindaré Mirim, Pio XII, São Luís, Timon, Vargem Grande, Viana e Vitória do Mearim.


Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
http://www.mds.gov.br/area-de-imprensa