Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Dezembro > “Vou poder dar uma vida melhor para os meus filhos”

Notícias

“Vou poder dar uma vida melhor para os meus filhos”

MORADIA

Nesta terça-feira (22), 810 famílias de Campo Grande (MS) recebem imóveis pelo Minha Casa Minha Vida
publicado  em 22/12/2015 10h51

Brasília – “É um presentão de natal. A partir de agora, vou poder dar uma vida melhor para os meus filhos”, afirma Suellem de Araújo de Oliveira, 28 anos. Casada e mãe de quatro filhos, entre 4 e 12 anos, ela é uma das beneficiadas pela entrega dos 810 imóveis em Campo Grande (MS), que estão sendo entregues pelo Minha Casa Minha Vida nesta terça-feira (22).

A auxiliar de limpeza, que já foi beneficiária do Bolsa Família, vai economizar um bom dinheiro por mês. Ela trocou os R$ 400 de aluguel por R$ 76,15 da prestação da casa. Segundo ela, o orçamento da casa vai aliviar, já que o marido está desempregado. “Não é fácil criar quatro filhos tendo que pagar aluguel. Com o dinheiro que vai sobrar, vamos reforçar na alimentação e nos estudos das crianças.”

As casas fazem parte do residencial Celina Jallad, localizado no bairro Portal Caiobá II. Elas possuem 40,07 m², com dois quartos, sala, cozinha e banheiro. Ao todo, foram investidos R$ 48,4 milhões, sendo R$ 42,9 milhões do governo federal. O governo estadual aplicou sua contrapartida na infraestrutura interna e externa, sendo que foi R$ 3,9 milhões para viabilizar a construção das moradias e R$ 1,5 milhão para implantação de infraestrutura externa (drenagem e pavimentação asfáltica).

A futura vizinha de Suellem, Karina Ribeiro Bacargi, 26 anos, é auxiliar administrativa em uma loja de materiais para construção e mãe de cinco filhos. Karina faz um esforço para conseguir manter a casa sozinha. Do salário de R$ 800, ela tirava R$ 570 do salário para pagar o aluguel de uma casa de dois quartos. O complemento de R$ 252 que recebe do Bolsa Família, garante a alimentação da família.

“Parece que é até mágica. Têm mês que dá para chegar até o final, mas outras vezes não. Aí é recorrer à família”, explica a auxiliar administrativa. “Com essa casa nós vamos viver bem. Até agora, a gente sobrevivia”, conta. E já vai mudar nesta quinta-feira (24), véspera de Natal. “Quero me mudar logo ou então terei que pagar outro mês de aluguel.”

Depois de arrumar a mudança, Karina vai fazer a matrícula dos filhos mais de velhos, de 9 e 10 anos, para não ter problemas com a condicionalidade de educação do Bolsa Família. Além disso, ela deseja encontrar uma creche para as gêmeas de 5 anos e para o filho mais novo de 1 ano e 5 meses.

O dinheiro do aluguel que vai ser economizado, ela pretende comprar roupas novas para os filhos e fazer alguns exames de saúde. E Karina agora deseja realizar mais um sonho: cursar Pedagogia. “Quero dar um futuro melhor para os meus filhos.”

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/area-de-imprensa