Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Agosto > Seminário debate educação e inclusão de jovens

Notícias

Seminário debate educação e inclusão de jovens

INCLUSÃO SOCIAL

Unidades de assistência social em todo o país são porta de entrada para a aprendizagem
publicado  em 11/08/2015 14h04

Brasília – O assessor parlamentar do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Eduardo Dalbosco, destacou nesta terça-feira (11) a importância da estratégia de aprendizagem para garantir a inclusão produtiva e um futuro melhor. Ele participou do Seminário sobre a Educação Brasileira e Capacitação da Juventude para o Mercado de Trabalho e Inclusão Social, promovido pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), em Brasília.

Dalbosco reforçou a importância do CIEE para a inserção de jovens e adolescentes no mercado de trabalho e que a iniciativa caminha junto às políticas sociais do governo federal nos últimos anos. “Parcerias como estas nos ajudam a enfrentar esta dívida social que o país tem com a juventude.”

As mais de 10 mil unidades de assistência social em todo o país são uma importante porta de entrada para que os jovens e adolescentes tenham acesso à capacitação profissional e ao mercado de trabalho. Os Centros de Referência da Assistência Social (Cras) serão os locais onde os jovens, entre 14 e 18 anos, poderão se inscrever no Pronatec Aprendiz na Micro e Pequena Empresa.

Neste semestre, mais de 15 mil vagas serão disponibilizadas em 81 municípios com alto índice de violência e de vulnerabilidade social, prioritários no Pacto Nacional pela Redução dos Homicídios. Além da qualificação ofertada pelos institutos federais de educação, por escolas técnicas estaduais e municipais e pelas unidades do Sistema S, os aprendizes serão inseridos no mercado de trabalho e receberão um salário de acordo com a quantidade de horas trabalhadas.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021