Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Agosto > Programa fortalece execução de recursos da assistência social

Notícias

Programa fortalece execução de recursos da assistência social

QUALIFICA SUAS

Lançado pelo governo de Minas Gerais, Qualifica Suas vai capacitar e orientar gestores municipais a melhorar qualidade do atendimento à população
publicado  em 10/08/2015 15h00
Foto:Carlos Alberto/Governo MG A secretária Ieda Castro participou do lançamento do Qualifica Suas, em Minas Gerais

A secretária Ieda Castro participou do lançamento do Qualifica Suas, em Minas Gerais

Brasília – “O estado puxou para si a responsabilidade, portanto é uma estratégia que fortalece o pacto federativo. Esperamos que ganhe capilaridade e sirva de exemplo para outros estados”, afirmou, na última sexta-feira (7), a secretária nacional de Assistência Social do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Ieda Castro. Ela participou do lançamento do Programa Qualifica Suas, estratégia do governo do estado que vai capacitar e orientar gestores municipais a melhorar qualidade dos serviços socioassistenciais ofertados à população.


O Qualifica Suas vai oferecer apoio técnico aos gestores municipais mineiros para eles planejarem os gastos dos saldos existentes. Cerca de R$ 1,5 bilhão estão parados nas contas municipais em todo o país. “Não queremos saldo nas contas porque é um recurso que exige contraprestação do serviço. E um serviço de qualidade precisa de recurso”, explicou Ieda Castro. O programa ainda vai promover capacitações para as equipes do Sistema Único da Assistência Social (Suas).

A secretária lembrou que a responsabilidade pela gestão do Suas é partilhada entre os três entes federativos. “O governo federal, o estadual e as prefeituras são corresponsáveis pela aplicação desses recursos. É importante que os estados estimulem os municípios a executarem bem os recursos e os serviços.”

Segundo o secretário estadual de Trabalho e Desenvolvimento Social, André Quintão, o processo inclui visitas técnicas aos municípios prioritários – aqueles com altos valores em conta e baixos indicadores na oferta de serviços. “A indução orientada de gastos priorizará 29 municípios que respondem por 40% de volume paralisado e possuem valores superiores a R$ 150 mil retidos.”

Para ele, é preciso ampliar a presença dos estados na construção federativa do Suas. “O MDS faz um excelente trabalho de coordenação, com participação ativa no financiamento. Agora precisamos que os estados sejam mais presentes. E espero que Minas Gerais possa ser referência com essa iniciativa.”

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021