Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Agosto > Países da América Latina precisam documentar programas sociais

Notícias

Países da América Latina precisam documentar programas sociais

Políticas Sociais

Registro permite elaboração de indicadores mais eficientes e efetivos, além de reforçar sua continuidade como política de Estado
publicado  em 28/08/2015 14h05

Brasília, 26 – Um dos desafios da América Latina é documentar seus programas sociais, ressaltou nesta quarta-feira (26) o secretário nacional de Avaliação e Gestão da Informação do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Paulo Jannuzzi. Segundo Jannuzzi, o registro permite a elaboração de indicadores mais eficientes e efetivos, além de reforçar a continuidade destas políticas, independente dos governos. 

Leia também:
- Indicadores devem refletir efeitos de estratégia integrada
- Área social deve integrar segmentos da sociedade
- Em uma geração, Brasil muda sua situação social


Segundo o secretário, que participou do encerramento da Oficina Técnica sobre Pobreza Multidimensional, o tema é bastante complexo, tanto técnico quanto politicamente. “Estamos discutindo conceitos e medidas que dialogam com as politicas sociais. Assim, teremos capacidade para dimensionar questões relativas à pobreza e medir essa ação.” 

No segundo dia de discussão, representantes de países da América Latina apresentaram suas experiências na construção de indicadores de pobreza multidimensional. Usando metodologias diferentes, Chile e Costa Rica priorizam as dimensões de educação, saúde, trabalho e proteção social. Já o Uruguai usa também alguns instrumentos de focalização em programas sociais. 

O Chile publicou, em janeiro deste ano, a sua primeira medição de pobreza multidimensional. Em agosto de 2014, a Costa Rica iniciou o processo de elaboração do seu índice e a previsão é para ter uma publicação de resultados ainda esse ano. 

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br