Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Agosto > Mais de seis em cada 10 vagas abertas em creches para beneficiários do Bolsa Família foram para famílias negras

Notícias

Mais de seis em cada 10 vagas abertas em creches para beneficiários do Bolsa Família foram para famílias negras

BRASIL CARINHOSO

Ministra Tereza Campello falou sobre o Plano Brasil sem Miséria, que ampliou o acesso da população negra a políticas públicas, durante seminário na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro
publicado  em 24/08/2015 00h00
Foto: Ana Nascimento/MDS Ministra destacou que o Brasil Sem Miséria conseguiu chegar à população negra

Ministra destacou que o Brasil Sem Miséria conseguiu chegar à população negra

Rio de Janeiro – De cada dez vagas abertas em creches para beneficiários do Bolsa Família, mais de seis foram destinadas para famílias negras. O dado foi destacado pela ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, nesta segunda-feira (24), durante o Seminário Políticas Públicas de Assistência Social e Saúde da População Negra, realizado na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

“Mesmo não sendo uma política afirmativa, o Brasil sem Miséria conseguiu chegar prioritariamente à população negra”, destacou a ministra. No início do Plano Brasil sem Miséria, lançado em 2011, os negros representavam 71% da população extremamente pobre no Brasil. A queda da pobreza em suas várias dimensões foi maior justamente entre os negros: de 12,6%, em 2002, para 1,7%, em 2013.

“Temos muito a avançar e precisamos manter um olho no futuro e um olhar vigilante para impedir retrocesso nas políticas sociais", observou Tereza Campello. 

Confira aqui apresentação da ministra Tereza Campello - Plano Brasil sem Miséria resultados população negra

Entre os números que apresentou, a ministra destacou que 84% das 1,2 milhão de cisternas construídas no Semiárido beneficiaram a população negra. E das 823,1 mil famílias de baixa renda beneficiadas pelo programa Minha Casa Minha Vida, 553,6 mil (67%) são famílias negras.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br 

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021