Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Agosto > Mais de 13 milhões de famílias terão renda complementada em agosto

Notícias

Mais de 13 milhões de famílias terão renda complementada em agosto

BOLSA FAMÍLIA

Pagamento começa nesta terça-feira (18) e segue até dia 31. Ao todo, MDS vai repassar R$ 2,3 bilhões
publicado  em 18/08/2015 21h00

Brasília  – A partir desta terça-feira (18), 13,8 milhões de famílias começam a receber o Bolsa Família. Neste mês, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) está repassando R$ 2,3 bilhões aos beneficiários em todo o Brasil, a um valor médio de R$ 166,34 por família.


O pagamento segue até o próximo dia 31 e os recursos ficam disponíveis para saque por 90 dias. O complemento de renda é liberado de forma escalonada. Para saber em que dia sacar, as famílias devem observar o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) no seu cartão. Para cada final de NIS há uma data correspondente por mês, que indica o primeiro dia em que a família pode receber o benefício.

Confira:
Pagamento em cada município


Novidade - Ao sacar o Bolsa Família do mês de julho, Francilene dos Santos Souza, 31, viu uma nova informação no extrato: o próximo dia em que o benefício estará disponível. Dona de casa de Brasília, a beneficiária gostou da novidade e disse que a mudança permite planejar melhor os gastos. “Toda vez tinha que ir à Caixa Econômica pedir o calendário. Agora não tem mais preocupação de saber qual dia o dinheiro está disponível. Facilita demais.”

Desde julho, MDS e Caixa passaram a informar no extrato a próxima data de saque para os beneficiários. A ideia é facilitar para as famílias, evitando idas desnecessárias aos postos de saque. Além disso, o extrato traz também outras informações importantes, como valor pago ou a necessidade, se for o caso, de atualização dos dados no Cadastro Único. Por isso, é muito importante que os beneficiários leiam o comprovante em papel, emitido após o saque.

Antecipação – Beneficiários de 28 municípios do Paraná, de cinco cidades gaúchas – Alvorada, Cachoeirinha, Esteiio, Gravataí e Rolante - e de Coari (AM) podem sacar os recursos deste mês já a partir do primeiro do dia do calendário de pagamento. A medida foi tomada para amenizar a situação das famílias que vivem em localidades que tiveram situação de emergência decretada, ainda no mês passado. 

No sul do país, a causa foram as chuvas, enquanto a cidade amazonense sofre com a enchente na calha do Médio Solimões. Ao todo, cerca de 55 mil famílias serão beneficiadas com a liberação do escalonamento, que permite o saque em qualquer data do calendário. 

Além disso, as famílias dessas cidades que perderam o cartão por conta dos impactos das chuvas poderão receber com a Declaração Especial de Pagamento. Este documento tem validade de 60 dias e pode ser apresentado em substituição ao cartão do programa, no caso de perda ou extravio. Assim, quem perdeu o cartão deve procurar o setor responsável pelo Bolsa Família em sua cidade para obter o documento transitório. 

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br 

Informações para a imprensa:

Ascom/MDS
(61) 2030-1021