Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Agosto > “Sem cultura não seremos uma nação desenvolvida”, afirma Dilma Rousseff

Notícias

“Sem cultura não seremos uma nação desenvolvida”, afirma Dilma Rousseff

DIALOGA BRASIL

Presidenta lançou o tema na plataforma digital Dialoga Brasil durante evento em Salvador
publicado  em 14/08/2015 19h50


Brasília, 14 – A presidenta Dilma Rousseff afirmou, nesta sexta-feira (14), que para um país ser rico não pode ter uma parte da população condenada à miséria. “Nós continuamos nessa luta, porque o nosso programa diz uma frase: superar a pobreza é um início. É o começo de serviços melhores na área de educação e cultura. É também ter acesso a um padrão de cultura que é fundamental para nosso povo. Sem cultura não seremos uma nação desenvolvida”, disse ela ao participar, em Salvador (BA), do lançamento do tema Cultura na plataforma Dialoga Brasil.

O Dialoga Brasil é uma plataforma digital, lançada pelo governo federal, para a participação social na gestão das políticas públicas. A plataforma foi aberta às sugestões da população no final de julho. 

Leia também:
Redução das desigualdades entre ricos e pobres na educação é um dos principais desafios do Bolsa Família


Ao participar do evento, a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, falou sobre a rede de proteção social e a superação da extrema pobreza e da fome no país. “Se não existisse a rede de assistência social, não teríamos conseguido ter Bolsa Família em todos os municípios do Brasil”, disse.

Tereza lembrou que a população mais pobre e vulnerável conhece o Sistema Único de Assistência Social (Suas) e suas unidades, como o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), porque utiliza o serviço. “O restante da população precisa conhecer essa realidade para conhecer o Brasil. O Suas é uma parte importante da nossa história.” 

Questionada por um internauta sobre a abertura dos dados dos beneficiários do Bolsa Família, a ministra afirmou que as informações do programa estão disponíveis no Portal da Transparência, do governo federal. “No portal, tem a informação sobre cada um dos beneficiários do Bolsa Família e quanto eles recebem. É importante as pessoas acessarem para nos ajudar a fiscalizar.”

Tereza falou também sobre o Plano Brasil Sem Miséria e destacou a importância das cisternas para a população do Semiárido. A tecnologia, criada pelo sertanejo, foi ampliada graças ao diálogo entre a população, o Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), a Articulação do Semiárido (ASA) e o governo federal. “Agora tem gente vindo aqui ver como os nordestinos construíram as cisternas. Uma tecnologia social barata que conseguiu democratizar o acesso à água de qualidade”, ressaltou.