Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Abril > Programa Água para Todos muda a vida de famílias no Semiárido

Notícias

Programa Água para Todos muda a vida de famílias no Semiárido

ACESSO À ÁGUA

Desde 2011 já foram entregues mais de 823 mil cisternas para consumo e outras 110,4 mil tecnologias sociais de captação de água da chuva para produção
publicado  em 24/04/2015 08h54

Brasília, 24 – Mais de 823 mil famílias do Semiárido têm água de qualidade para beber, cozinhar e para a higiene pessoal graças aos reservatórios entregues pelo programa Água para Todos. Nos últimos quatros anos, foram construídas, além das cisternas para consumo, 110,4 mil tecnologias sociais de captação de água da chuva para produção de alimentos.

“Ao garantir água de boa qualidade às famílias, as cisternas contribuem para melhora das condições de saúde do sertanejo. Já a tecnologia social de captação de água da chuva para produção permite mais autonomia para que ele possa produzir alimentos e criar pequenos animais”, afirma o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Arnoldo de Campos.

240415aguaparatodos.png


As cisternas de placas são tecnologias sociais – soluções simples e de baixo custo – para captar e armazenar água da chuva. Cada família recebe um reservatório de água para consumo humano com capacidade para armazenar 16 mil litros. Com isso, é possível que essa família, com até cinco pessoas, possa ter água para beber e comer por até oito meses.

Já as tecnologias sociais para produção, com capacidade para até 52 mil litros de água, abastecem os agricultores mais pobres do Semiárido. Além dos reservatórios, eles podem ter acesso à assistência técnica especializada, a recursos para investir nas propriedades e à energia elétrica, e contam com o apoio à comercialização da produção, por meio de compras públicas e privadas.

O secretário Arnoldo lembra que as tecnologias de água para produção são a prioridade do Água para Todos. “Com essa tecnologia os agricultores garantem o sustento da própria família e também podem comercializar o excedente, gerando renda. Temos que avançar mais na construção desses reservatórios e integrar essa ação a outras políticas de apoio à agricultura familiar.”

Lançado em 2011, o Água para Todos é uma ação do governo federal, executada pelos ministérios da Integração Nacional, do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, do Meio Ambiente, além da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), da Fundação Banco do Brasil, da Petrobrás e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). As ações são executadas em parceria com organizações da sociedade civil, como a Associação Programa Um Milhão de Cisternas (AP1MC), estados, consórcio públicos municipais e bancos públicos, como o Banco do Nordeste.

Informações sobre os programas do MDS:
0800-707-2003
mdspravoce.mds.gov.br

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/saladeimprensa