Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2015 > Abril > Melhorar indicadores sociais é desafio no Piauí

Notícias

Melhorar indicadores sociais é desafio no Piauí

Programas Sociais

Secretário Arnoldo de Campos reforçou nesta quinta-feira (9) compromisso com governo estadual para que as políticas públicas federais no estado
publicado  em 09/04/2015 09h00

Discutir estratégias para melhorar os indicadores sociais e de segurança alimentar e nutricional. Este foi o principal objetivo da visita do secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Arnoldo de Campos, ao estado do Piauí.

Em audiência com o governador Wellington Dias, nesta quinta-feira (9), o secretário reforçou o compromisso com o governo estadual para que as políticas públicas federais de Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) e de enfrentamento da pobreza, executadas pelo MDS, avancem no estado. “Estamos cumprindo uma orientação da presidenta Dilma Rousseff de intensificarmos o diálogo com os estados, a fim de planejarmos este novo ciclo que vai até 2018”, afirmou.
                         
O secretário destacou a importância de alcançar as comunidades rurais que ainda se encontram em situação de pobreza. “Se fomos capazes de sair do Mapa da Fome [FAO/2014], somos capazes também de ir em busca de uma parcela de brasileiros que ainda vivem em situação de insegurança alimentar e nutricional. Para tanto, queremos trabalhar juntos, priorizando ações e colocando as políticas públicas e demais ferramentas à disposição dos nossos parceiros”, finaliza.

Entre as estratégias pactuadas estão os investimentos no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que permite a compra de alimentos da agricultura familiar e a distribuição entre populações mais vulneráveis. Para tanto, serão investidos neste ano de 2015, no Piauí, R$ 18 milhões em recursos federais para compra de 3.700 toneladas de alimentos de 3.369 famílias agricultoras. Os produtos deverão atender 629 entidades socioassistenciais no estado.

Conferência – Outro desafio na área da segurança alimentar e nutricional é o enfrentamento da má alimentação e o controle da obesidade. O tema será discutido na V Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, que será realizada neste ano, em Brasília.

Para isso, estados e municípios já estão articulando as discussões locais. No Piauí, a Conferência Estadual está prevista para o mês de agosto. Atualmente, 19 municípios no estado já aderiram ao Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan). “Não podemos discutir uma alimentação adequada e saudável sem debater suas bases, que é a produção local de alimentos. Por isso, este tipo de diálogo é muito importante”, afirmou a presidente do Consea Estadual do Piauí, Norma Sueli Alberto.

Para o secretário de Desenvolvimento Rural do Piauí, Francisco Limma, “é importante buscar os melhores resultados das ações de forma que alcancem impactos efetivamente positivos na vida das pessoas que mais precisam”.