Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2014 > Setembro > Instituições de pesquisa terão acesso ao Cadastro Único

Notícias

Instituições de pesquisa terão acesso ao Cadastro Único

POLÍTICAS SOCIAIS

Acordo de cooperação entre MDS, Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e universidades possibilitará o desenvolvimento de estudos sobre políticas sociais
publicado  em 22/09/2014 00h00

Brasília, 22 – Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e das universidades federais da Bahia (UFBA) e de Brasília (UnB) terão acesso ao Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal para desenvolver estudos sobre os efeitos do Programa Bolsa Família e de outras políticas sociais do país.

O acordo de cooperação, firmado nesta segunda-feira (22) entre o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e as três instituições, possibilitará o acompanhamento longitudinal – um mesmo grupo durante os anos – da população de baixa renda e a mensuração do impacto de programas sociais, assim como a integração do Cadastro Único com outras bases de dados nas áreas de educação, saúde e trabalho.


Para a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, a parceria, além de permitir o monitoramento e o aperfeiçoamento das políticas públicas, viabiliza a construção de novos caminhos para que outros brasileiros possam ter acesso às políticas sociais.

“O Cadastro Único tem nos ajudado na construção de um conjunto de políticas públicas e mostra que o Estado brasileiro está chegando à população mais pobre, garantindo que todos tenham acesso a políticas universais”, destacou.

O Cadastro Único é um instrumento que identifica e caracteriza os mais pobres e permite conhecer a realidade socioeconômica das famílias de baixa renda. Por meio de um sistema informatizado, o governo federal consolida os dados coletados no Cadastro Único para formular e implementar políticas específicas, que contribuem para a redução das vulnerabilidades sociais a que essas famílias estão expostas.

Central de Atendimento do MDS:
0800-707-2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021