Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2014 > Setembro > Governos e gestores de nove países se reúnem para discutir políticas sociais

Notícias

Governos e gestores de nove países se reúnem para discutir políticas sociais

POLÍTICAS SOCIAIS

Durante encontro, foram apresentadas experiências de trabalho social com famílias
publicado  em 19/09/2014 00h00

Brasília, 19 – Governos e gestores ligados à assistência social de nove países – Brasil, Colômbia, Espanha, Inglaterra, México, Equador, Peru, Romênia e Uruguai – apresentaram as experiências de cada país nas políticas socioassistenciais.

O encontro “Participação Social e Trabalho Social com Famílias no âmbito da Proteção Social não contributiva: experiências internacionais”, promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), foi dividido em duas temáticas: experiências de trabalho social com famílias e mecanismos de participação e controle social.


Com o objetivo de promover o desenvolvimento de estratégias de participação e controle social do Programa Bolsa Família, bem como as ações de trabalho social com as famílias, a partir de experiências internacionais, o evento ocorreu nesta quinta (18) e sexta-feira (19), em Brasília. 

O secretário nacional de Renda de Cidadania do MDS, Luis Henrique Paiva, disse que o encontro é uma oportunidade única para conhecer e aprender com o que está sendo promovido em outros países em relação às experiências sociais. “Temos experiências valiosas tanto para o Bolsa Família quanto para a área de assistência social.”

A secretária nacional adjunta de Assistência Social do MDS, Valéria Gonelli, falou que ver o resultado das experiências internacionais é importante para manter a atualização dos programas brasileiros. “Questões como o acompanhamento de famílias, por exemplo, podem ser aprimoradas pelo Brasil e incorporadas no universo de trabalho do Suas [Sistema Único de Assistência Social]”, afirmou.

Para a diretora executiva do Programa Juntos, do Peru, Ana Alvarado, há avanços em vários países quando o tema é cidadania e política social. Ela explicou que desde 2005 o país possui programa de transferência de renda, mas apenas em 2012 foi criada a pasta especial para o desenvolvimento social, o Ministerio de Desarrollo e Inclusión Social.

Central de Atendimento do MDS:
0800-707-2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021