Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2014 > Setembro > Gestores federais e estaduais trocam experiências sobre o PAA

Notícias

Gestores federais e estaduais trocam experiências sobre o PAA

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS

As recentes mudanças no Programa de Aquisição de Alimentos também foram tema central de capacitação para os executores
publicado  em 26/09/2014 00h00

Brasília, 26 - Para aperfeiçoar a execução do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) em sua nova forma de gestão, a partir do Temo de Adesão, gestores estaduais e federais participaram nesta semana do seminário Troca de Saberes, em Brasília, promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).
 
Os executores estaduais discutiram os aspectos positivos e críticos do Programa e trocaram experiências para melhorar a sua operacionalização. Vania Junqueira Rodrigues, do departamento de Segurança Alimentar e Nutricional, da secretaria de Inclusão Social de Sergipe, contou que o evento foi oportuno para mostrar a realidade de cada estado. “O debate foi muito rico e fortaleceu a experiência dos coordenadores estaduais, que às vezes não têm esse olhar, de forma a garantir o direito humano à alimentação adequada daqueles que mais precisam”, completou.
 
Além da troca de experiências, também foi feita uma agenda de trabalho até o fim do ano, visando garantir que não haja descontinuidade no Programa com a passagem de 2014 para 2015. Além disso, foi discutido o SISPAA, sistema informatizado que permite que todas as informações referentes à compra e à doação dos alimentos seja armazenada tornando possível o pagamento mensal e o monitoramento mais eficaz do Programa.

Segundo Segurança Alimentar e Nutricional (Sesan), Arnoldo de Campos, a modernização do PAA também foi boa para o produtor porque agora o pagamento é mais simples, mais transparente e mais rápido. O novo sistema permite que o dinheiro saia da conta do governo federal direto para a conta do produtor. “O produtor que participa do PAA recebe um cartão do Banco do Brasil. Ao entregar o produto, o gestor local insere a nota no sistema e todos os meses  há uma  folha de pagamento”, afirmou.
 
O secretário também defendeu as avaliações periódicas como necessárias para saber sobreos problemas, as dificuldades e desafios a serem enfrentados. “O PAA teve um importante papel na exclusão do Brasil do Mapa da Pobreza da FAO, pois ele tem como público alvo a população em insegurança alimentar e agora uma nova agenda se abre, que é ser um instrumento de construção de hábitos alimentares saudáveis e promoção dos alimentos regionais.
 
Central de Atendimento do MDS:

0800-707-2003
 
Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021