Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2014 > Setembro > Brasil Sem Miséria entrega quase 695 mil cisternas em todo o Semiárido

Notícias

Brasil Sem Miséria entrega quase 695 mil cisternas em todo o Semiárido

BRASIL SEM MISÉRIA

Só em agosto, os ministérios envolvidos na ação de convivência com a estiagem entregaram 29,9 mil unidades do reservatório de armazenamento de água na região
publicado  em 15/09/2014 00h00

Brasília, 15 – O governo federal já construiu, de 2011 a agosto deste ano, 694.943 cisternas para garantir que a população mais pobre do Semiárido possa conviver com a seca, beneficiando quase 2,8 milhões de pessoas. A meta do Plano Brasil Sem Miséria é chegar a 750 mil unidades instaladas até o final deste ano.

Já são mais de 1 milhão de unidades instaladas na região desde 2003, quando iniciou o programa. Só no mês de agosto, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), juntamente com o Ministério da Integração Nacional e a Fundação Nacional de Saúde, entregaram 29,9 mil cisternas de placa e de polietileno.

Os moradores em situação de pobreza sem acesso à água e que estão registrados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal têm inserção automática. Os reservatórios, com capacidade de 16 mil litros, são suficientes para abastecer uma família de cinco pessoas por até oito meses e, assim, amenizar os efeitos da seca prolongada.





Água para Todos –
O Programa Água para Todos faz parte do Plano Brasil Sem Miséria e implanta equipamentos destinados à captação e armazenamento de água para consumo humano e também cisternas para atividades produtivas, incluindo agricultura e criação de animais.

Além do MDS e do Ministério da Integração Nacional, que coordena o Água para Todos, também participam o Ministério do Meio Ambiente, a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), o Banco do Nordeste (BNB), a Fundação Banco do Brasil (FBB), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Petrobras.

Central de Atendimento do MDS:
0800-707-2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021