Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2014 > Outubro > Unidades de aprendizagem associadas ao acesso à água serão instaladas no Semiárido

Notícias

Unidades de aprendizagem associadas ao acesso à água serão instaladas no Semiárido

ACESSO À ÁGUA

MDS e Embrapa assinaram acordo de cooperação para intensificar produção de conhecimento sobre tecnologias sociais voltadas para a produção agrícola e a criação de animais
publicado  em 10/10/2014 00h00

Brasília, 10 – Cerca de 250 equipamentos de captação de água serão instalados no Semiárido com o objetivo de intensificar a produção de conhecimento sobre as tecnologias sociais voltadas para a produção agrícola e a criação de animais. O projeto é resultado do acordo assinado entre o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e a Embrapa.

A iniciativa vai apoiar o projeto Transversal Água, destinado aos agricultores dos Territórios da Cidadania beneficiados com as ações do plano Brasil Sem Miséria. Os sistemas produtivos desenvolvidos pelos agricultores apoiados pela Embrapa servirão como unidades de aprendizagem, espaços de mobilização onde agricultores e técnicos de extensão rural vão desenvolver ações voltadas à inclusão produtiva das famílias da região. Além disso, serão desenvolvidas alternativas que garantam segurança alimentar e nutricional para a população.

A Embrapa vai identificar os beneficiários e as tecnologias sociais de captação de armazenamento de água de chuva de acordo com as necessidades das famílias, além de promover a capacitação técnica e treinamento dos agricultores familiares e demais públicos vinculados ao projeto.



Segundo o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS, Arnoldo de Campos, a implantação do projeto é imediata. “Na primeira etapa serão instalados 250 equipamentos de captação de água em propriedades de agricultores familiares, como cisternas calçadão e de enxurrada, além de barragens subterrâneas.”

Campos explica ainda que o acordo vai promover o desenvolvimento tecnológico e o bom uso das quase 100 mil unidades com tecnologias sociais de acesso à água para produção já instaladas pelo MDS. “Os agricultores familiares passarão a produzir com água durante o ano inteiro. Isso requer conhecimento tecnológico e capacidade de gestão sobre a produção dos alimentos.”

O presidente da Embrapa, Maurício Lopes, explicou que serão desenvolvidos pilotos que possam ser aplicados nas regiões onde há carência de água. “Esse acordo fortalece uma relação crescente entre a Embrapa e o MDS e nos ajudará a avançar nesse desafio de levar conhecimento, tecnologia e alternativas de progresso, avanço e superação das dificuldades nas regiões mais carentes.”


Central de Atendimento do MDS:
0800-707-2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021