Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2014 > Novembro > Tereza Campello: “Para um mundo sem pobreza é necessário construir caminhos que passem pela decisão política”

Notícias

Tereza Campello: “Para um mundo sem pobreza é necessário construir caminhos que passem pela decisão política”

SUPERAÇÃO DA EXTREMA POBREZA

Na abertura do I Seminário Internacional WWP – Um Mundo sem Pobreza, a ministra destacou que superação da miséria e desenvolvimento com inclusão social beneficiam todo o país
publicado  em 18/11/2014 00h00

Brasília, 18 – "Para um mundo sem pobreza é necessário construir caminhos que passem pela decisão política", destacou a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, nesta terça-feira (18), durante a abertura do I Seminário Internacional WWP – Um Mundo sem Pobreza. O evento reúne, até esta quarta-feira (19), em Brasília, especialistas nacionais e internacionais.


A superação da miséria e o desenvolvimento com inclusão social, segundo a ministra, beneficiam todo o país.  “Durante muito tempo se discutiu se a pobreza era um bem necessário. Mas hoje se reconhece que, cada vez mais, a superação da pobreza e a redução das desigualdades não são só questão de justiça social, de direitos e de cidadania. É algo bom para a economia e para todos nós”, afirmou.

Campello recordou que, há quase dois anos, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e parceiros estão envolvidos neste esforço para multiplicar experiências e construir este grande sonho, “que é traduzido no nome do evento”. “Vamos discutir como medir esse sonho e os caminhos possíveis para que ele se torne realidade.”

O representante residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) no Brasil e diretor do Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG), Jorge Chediek, afirmou que neste momento em que os países estão elaborando os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para depois de 2015, o exemplo brasileiro mostra que o país incorporou as medidas dos Objetivos do Milênio, pois "tem no DNA a política para erradicar as mazelas da fome". "O Brasil não quis apenas diminuir as mazelas, como a pobreza e a fome em uma geração. O país mostra que é possível trabalhar e mudar o mundo não só nas margens, mas no núcleo duro dos problemas", disse.

Para o ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), Marcelo Neri, o encontro tem a importância de discutir as formas de medir a pobreza e aproveitar as experiências de outros países na redução das desigualdades. Ele destacou que a experiência neste campo se tornou um produto de exportação brasileiro para ser adaptado às realidades dos outros países. "Essa é a melhor face do Brasil: um país do futuro, que tem resgatado as pessoas do passado, que estavam na pobreza", afirmou.
 
A diretora do Banco Mundial para o Brasil, Deborah Wetzel, ressaltou que o seminário acontece em um momento estratégico para o país e para o mundo. “Hoje a superação da pobreza e um desenvolvimento inclusivo são temas mundiais”, disse. “O Brasil tem sido um exemplo de construção e implantação das políticas nessa área.”

Wetzel ainda ressaltou que um dos objetivos do Banco Mundial é a eliminação da pobreza e a prosperidade compartilhada. Ela exaltou a troca de experiências na implantação das políticas sociais com foco na superação da pobreza.

O I Seminário Internacional WWP – Um Mundo sem Pobreza é promovido pela Iniciativa Brasileira de Aprendizagem por um Mundo sem Pobreza (www.wwp.org.br). O Banco Mundial, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome do Brasil (MDS), o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (SAE/PR) e o Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG) do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) são parceiros nesta ação. O seminário conta também com o apoio do Centro RIO+.

Leia também:
Programas sociais brasileiros aproveitam bônus demográfico
Especialista norte-americano afirma que indicador de pobreza multidimensional é lente de alta precisão
Exposição fotográfica registra dia a dia das comunidades quilombolas
Assista:
Seminário internacional debate os desafios para superação da pobreza


Central de Atendimento do MDS:
0800-707-2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021

registrado em: