Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2014 > Junho > MDS participa de encontro regional para povos e comunidades tradicionais

Notícias

MDS participa de encontro regional para povos e comunidades tradicionais

Na abertura do evento, o secretário executivo Marcelo Cardona apresentou ações que traduzem o esforço do governo federal para atender o segmento
publicado  em 02/06/2014 00h00

Belém – O Encontro Regional de Povos e Comunidades Tradicionais reuniu nesta segunda-feira (2), em Belém (PA), cerca de 250 lideranças comunitárias e gestores para discutir ações e avanços nas políticas públicas para o segmento. Na ocasião, o secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e presidente da Comissão Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais (CNPCT), Marcelo Cardona, apresentou as conquistas dos programas e ações do governo federal na região Norte. Ele também mostrou exemplos que traduzem o esforço em atender povos e comunidades tradicionais, como o Plano Safra, que, para o período 2014/2015, tem investimento recorde de R$ 24,1 bilhões.

"Se houver necessidade de ampliação desses recursos, isso será feito. O objetivo é possibilitar que todos os agricultores e os povos e comunidades tradicionais tenham acesso ao crédito e à assistência técnica de qualidade para que consigam produzir e se sustentar", afirmou o secretário.

Sobre o encontro em Belém, Cardona destacou que os espaços de debate são importantes para que os governos federal, estaduais e municipais "avancem e reconheçam a diversidade que existe em cada uma das representações". "Precisamos enxergar o que está faltando para que possamos implementar políticas públicas voltadas a este segmento. Esse conjunto de reflexões servirá para fazermos os ajustes necessários para avançarmos cada vez mais."

Agenda – "Esse encontro é um momento ímpar para discutirmos o futuro de nossas comunidades e para construirmos uma pauta que atenda nossos direitos enquanto cidadãos. Hoje há o reconhecimento de que temos uma identidade, mas nossa luta é diária em busca da proteção dos nossos conhecimentos e da garantia dos nossos territórios", disse a representante da comunidade quilombola Monte Alegre do município de São Luís Gonzaga (MA), Maria de Jesus Ferreira.

Ela ressaltou a importância do debate para o avanço nas políticas públicas voltadas aos povos e comunidades tradicionais. "Temos que nos unir para sairmos da invisibilidade. Acredito que no final teremos um documento que atenda nossos povos." Maria de Jesus é do movimento interestadual das quebradeiras de coco de babaçu, que integra a CNPCT.

O evento prossegue até quinta-feira (5) e tem por objetivo avaliar e aprimorar a implementação da Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais.

Central de Atendimento do MDS:
0800-707-2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021