Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2014 > Julho > Programa de Fomento beneficia cerca de 100 mil famílias agricultoras

Notícias

Programa de Fomento beneficia cerca de 100 mil famílias agricultoras

PRONATEC

Iniciativa do Plano Brasil Sem Miséria já transferiu mais de R$ 169 milhões a agricultores familiares, assentados da reforma agrária e povos e comunidades tradicionais
publicado  em 03/07/2014 00h00

Brasília, 3 – O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) já transferiu R$ 169,6 milhões para famílias extremamente pobres da zona rural desde 2012, por meio do Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais, do Plano Brasil Sem Miséria. São 98 mil agricultores familiares em todo o país que puderam investir em projetos que apoiaram o desenvolvimento produtivo com geração de renda e melhoria da qualidade de vida. Dessas, 22,3 mil novas famílias começaram a receber o benefício no mês de junho deste ano.

Na ação, desenvolvida pelo MDS junto com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), cada família beneficiada recebe R$ 2,4 mil para investir em um projeto produtivo que amplie ou diversifique a produção de alimentos na propriedade familiar. Esse valor, não reembolsável, é transferido às famílias em parcelas, por meio do cartão do Programa Bolsa Família, de acordo com as etapas previstas no projeto.

A iniciativa é inédita, pois pela primeira vez as famílias com este perfil têm acompanhamento individualizado e continuado dos agentes de assistência técnica e extensão rural, que desenvolvem, em conjunto com as famílias, projetos produtivos com a finalidade de aumentar a produção, a qualidade e o valor da produção. Dessa forma, elas conseguem produzir mais e com melhor qualidade, garantindo a alimentação da família e a comercialização do excedente, gerando mais renda para a família.

Fomento Semiárido – Outra modalidade do programa, cujo benefício total é de R$ 3 mil, tem como finalidade apoiar a recuperação da capacidade produtiva de famílias de agricultores na região do semiárido que enfrentam os resultados da estiagem prolongada. A ação atende, prioritariamente, famílias que acessaram ou que estão aptas a acessar tecnologias sociais de captação de água para a produção, do Programa Água para Todos, do Plano Brasil Sem Miséria.

De acordo com o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS, Arnoldo de Campos, o programa é estruturante, ao unir a assistência técnica ao apoio financeiro, melhorando a produção de uma família que, até então, não produzia o suficiente para gerar renda. “Estamos conseguindo levar para as famílias pobres e extremamente pobres um conjunto de políticas públicas que dá condições de conviver com o Semiárido, com renda, com estabilidade da produção e com segurança alimentar, o que é uma transformação.”

Central de Atendimento do MDS:
0800-707-2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021