Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2014 > Dezembro > Integrar inclusão produtiva à geração de riquezas é desafio em 2015

Notícias

Integrar inclusão produtiva à geração de riquezas é desafio em 2015

Brasil Sem Miséria

Ações para os próximos anos foram debatidas por especialistas em Brasília nessa quarta-feira (10)
publicado  em 11/12/2014 00h00

Brasília, 11 – Ampliar os programas de inclusão produtiva rural e integrá-los às estratégias de desenvolvimento econômico do Brasil é um dos desafios do governo federal a partir de 2015, para garantir o crescimento da renda e melhor qualidade de vida nas áreas rurais. A continuidade das ações desenvolvidas entre 2011 e 2014 pelo Plano Brasil Sem Miséria foram debatidas na tarde dessa quarta-feira (10), durante o seminário Inclusão Produtiva Rural – Experiências, Perspectivas e Desafios a partir do Plano Brasil Sem Miséria.

Veja aqui os vídeos produzidos para o evento:


O secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério do desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Arnoldo de Campos, defendeu um estreitamento do diálogo entre as políticas de inclusão produtiva rural com o mercado privado, como forma de suprir o que é produzido pela agricultura familiar. “Até mesmo porque as compras públicas do Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) não suportam toda a oferta de produção.”

Na avaliação do oficial de Políticas de Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) para a América Latina, Adoniram Peraci, o Brasil vem fazendo o dever de casa na melhoria de renda da população que vivia em condições de extrema pobreza no campo e se destaca de outros países que aplicam modelos semelhantes ao Bolsa Família. “Junto com a mobilização de recursos, há o bom uso deles. Uma coisa extremamente importante é que aqui os recursos chegam aos mais pobres entre os mais pobres, o que nem sempre acontece em outros países”, afirmou

O encontro, promovido pelo MDS, em parceria com o Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA) e o Banco Mundial, reuniu especialistas no assunto, em Brasília.

Central de Atendimento do MDS:
0800-707-2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021