Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2014 > Dezembro > Forças no Esporte: alimentação transforma hábito e rendimento de crianças

Notícias

Forças no Esporte: alimentação transforma hábito e rendimento de crianças

Programa Forças no Esporte

Parceria entre MDS e Ministério da Defesa garante que 15 mil estudantes, em todo o país, recebam reforço alimentar no contraturno escolar
publicado  em 04/12/2014 00h00

Brasília, 4 – A alimentação servida no programa Forças no Esporte, do Ministério da Defesa, vem transformando os hábitos alimentares e ajudando a aumentar o rendimento escolar de milhares de crianças em todo país. Por meio do repasse de recursos do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), foram investidos R$ 5,15 milhões em 2014 na compra de alimentos para 15 mil estudantes do ensino médio integrantes do programa.

O Forças no Esporte é uma parceria dos ministérios da Defesa, dos Esportes e do Desenvolvimento Social. Enquanto o primeiro cede o espaço para a prática de atividades desportivas, culturais e reforço escolar no contraturno escolar, o segundo cede materiais esportivos. O MDS dá suporte nas refeições. Quem estuda pela manhã almoça no programa e lancha antes de ir para casa. Já quem tem aulas à tarde, toma café da manhã e almoça antes de ir para a escola.

Brasília é a cidade com o maior número de crianças atendidas, com cerca de 500 apenas em 2014. Para o diretor da Escola Classe 3 do Paranoá, bairro da capital federal, Isac Aguiar de Castro, as refeições fora da escola oferecidas no programa mudou o rendimento dos alunos. Antes, havia crianças que dormiam na escola e só acordavam para lanchar. Agora, os mesmos meninos e meninas estão muito mais participativos e chegam até mais limpinhos e cuidados na sala de aula. “Atribuímos toda essa mudança a uma alimentação mais regular e frequente.”

O estudante Elias Ferreira Itacaramby, de 10 anos, reforça a avaliação do diretor. De acordo com ele, que ingressou no programa em 2014, ter mais atividades e se alimentar melhor, comendo “menos besteiras”, o faz ter melhor aproveitamento na escola. “Eu me sinto com mais energia para a prática de esportes e até mais forte”, acredita.

A mudança no rendimento da estudante do 5° ano Evellyn de Assis Queiroz, de 10 anos, foi sentida pelos seus colegas de sala e vizinhos. Segundo eles, a menina sempre foi muito magrinha e chegava a passar mal na escola até participar do Forças no esporte. Hoje, seu ânimo e rendimento são outros. “Não comia em casa porque não gostava e minha mãe até brigava comigo. No programa, passei a ver os meus colegas comendo e passei a comer também. Agora até janto”, compara.

O Ministério da Defesa agora se prepara para fazer a adesão na modalidade de compra institucional do Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA). A medida possibilitará a comercialização de produtos agrícolas direto com cooperativas e associações ou com os próprios produtores, gerando renda para essas famílias e uma alimentação mais saudável aos beneficiários do programa.

Central de Atendimento do MDS:
0800-707-2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021