Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2014 > Dezembro > “Deixei de ser aluno e passei a ser professor, com muito orgulho”

Notícias

“Deixei de ser aluno e passei a ser professor, com muito orgulho”

PRONATEC

Após fazer cursos do Pronatec Brasil Sem Miséria, Adenilson Souza conquistou emprego de professor no Senai de Cruzeiro do Sul (AC)
publicado  em 02/12/2014 00h00

Brasília, 2 – Adenilson Dutra de Souza, 27 anos, de Cruzeiro do Sul (AC), estava desempregado quando teve a oportunidade de se qualificar em cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), voltado ao público do Plano Brasil Sem Miséria. “Eu fazia algumas encomendas na área de alimentação, mas não tinha trabalho fixo.”
 


Em abril deste ano, depois de finalizar os cursos de pizzaiolo e padeiro, ele conquistou uma vaga de professor no Senai. “Deixei de ser aluno e passei a ser professor, com muito orgulho”, conta. Ele atribui a contratação à formação que obteve pelo programa e ao seu bom desempenho. Diz que sempre incentiva os jovens do município a investirem em qualificação. “Procuro indicar alunos quando surgem vagas. É importante para esses jovens terem acesso a uma oportunidade de entrar no mercado de trabalho.”

Em todo o país, a população de baixa renda já efetuou mais de 1,5 milhão de matrículas no Pronatec voltado para o público do Plano Brasil Sem Miséria. No total, o programa oferece 621 cursos de qualificação profissional em 3.509 municípios.

Segundo Adenilson, a vida melhorou muito. Agora, ele sonha em fazer faculdade – quer fazer o curso de Gastronomia – e ser dono de confeitaria ou de um restaurante. “Hoje tenho uma renda certa e posso sustentar a minha esposa que está grávida. E ainda tenho a sorte de trabalhar no que gosto”, comemora.

Central de Atendimento do MDS:
0800-707-2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021